call to action image

CURSO HANDS-ON: ARTICULADOR E ARCO FACIAL NA PRÁTICA CLÍNICA DIÁRIA

13 e 14 maio 2016

Já não é possível Inscrever

Quer ficar a par dos novos cursos? Subscreva a nossa Newsletter e saiba de todas as novidades em primeira mão!

Ao subscrever, o utilizador declara estar de acordo com a Política de Privacidade

DTM, Oclusão, Reabilitação Protética, Ortodontia, Cirurgia Ortognática

Em reabilitação oclusal e protética a simulação é uma necessidade incontornável. É fundamental obter uma reprodução, o mais aproximada possível, dos movimentos associados ao funcionamento do sistema estomatognático. Só assim se poderão construir os elementos protéticos da reabilitação, ou simular/planear aspetos mecânicos, funcionais, estáticos e dinâmicos da reabilitação oclusal.

O articulador é o dispositivo mecânico que permite a simulação de movimentos. É imprescindível aos procedimentos laboratoriais, mas, numa perspetiva clínica, pode assumir-se como uma mais valia determinante e diferenciadora.

A sua utilização de forma frequente e rotineira, assim como do arco facial, permitem uma transmissão de informação mais consistente, completa e fidedigna, contribuindo para uma simulação mais “realista” e tornando os diferentes procedimentos mais previsíveis.
A sua integração na prática clínica diária não é inacessível e só disponível para alguns. Está ao alcance de todos os clínicos o acesso às vantagens e mais-valias que estes dispositivos significam para uma prática clínica mais previsível e facilitada para clínicos e doentes.

Com este curso pretende-se capacitar os participantes a efetuar o registo com arco facial, os registos intermaxilares e as montagens em articulador, de forma a poderem usufruir das suas potencialidades nas mais diversas áreas da Medicina Dentária: DTM, Oclusão, Reabilitação Protética, Ortodontia e Ortognática, Reabilitação Estética.

PROGRAMA

Sexta-feira, 13 de maio 2016

Componente teórica

  • Noções básicas de oclusão dentária na reabilitação oral estética. Papel do articulador e arco facial;
  • Articulador – definição, classificação, indicações, contra-indicações, vantagens e desvantagens;
  • Arco facial – definição, indicações, vantagens, desvantagens;
  • Fases e procedimentos reabilitadores. Onde integrar o articulador e o arco facial?;
  • Noções de Oclusão e Intercuspidação em Reabilitação Protética. Que informação retirar do articulador e como o articulador melhora e facilita a execução do trabalho protético;
  • Gestão de procedimentos e informações entre clínico e técnico de laboratório quando integrado o articulador e o arco facial;
  • Realidade atual do articulador virtual. O que traz de novo à prática clínica diária.

Componente prática

  • Reconhecer os componentes do articulador;
  • Modelos de trabalho para montagem em articulador (características dos modelos de trabalho e registos intermaxilares necessários);
  • Realização de registo com arco facial;
  • Transferência do registo com arco facial para o articulador;
  • Montagem dos modelos em articulador.

Sábado, 14 de maio 2016

Componente teórica

  • Determinantes da morfologia oclusal;
  • Quais os determinantes que podemos individualizar no articulador;
  • Técnicas de registo inter-oclusal e transferência para o articulador;
  • Especificidade oclusal e biomecânica do doente bruxómano;
  • Particularidades oclusais e biomecânicas em implantologia;
  • Individualização da mesa incisal, guias condilares e ângulo de Bennet;
  • O registo como indicador de posição condilar;
  • A monitorização do tratamento ortodôntico como indicador de posição condilar;
  • Noções de Cirurgia Ortognática, planeamento cirúrgico no articulador, Cirurgia de modelos e confeção de guias cirúrgicas.

Componente prática

  • Utilização de valores médios na avaliação/simulação oclusal instrumental;
  • Individualização do articulador (vantagens, implicações e realização hands-on no articulador);
  • Simulação e planeamento de desgastes seletivos;
  • Registo intermaxilar estático e dinâmico (registo do arco gótico) – exercícios práticos;
  • O registo como indicador de posição condilar.

Material necessário para o curso a trazer pelo aluno:

  • Modelo em gesso maxilar e mandibular de cada participante;
  • Bola de gesso;
  • Espátula de gesso, faca de cera, carver, escavador de dentina, gotejador de cera, brunidor e espátula de compósito;
  • Articulador e arco facial próprio (se já possuírem).

Notas:

Número mínimo para a realização do curso: 6
A não frequência de um ou mais módulos não dá direito a qualquer reembolso nem ao diploma final.
As inscrições encerram 15 dias antes da data do curso.
Caso não se verifique o número mínimo de inscritos, a data do curso poderá sofrer alterações.

13 e 14 de maio 2016

Coimbra

9h - 18h

(almoços e coffee-breaks incluídos)

8 vagas

100€ Inscrição (IVA incluído) a deduzir no valor total do curso

615€ (IVA incluído)

Médicos Dentistas

oriseducare@orisclinic.com

239 826 740

967 877 981

Equipa Formadora

Doutor Ricardo Dias

Médico Dentista

Dr. Júlio Fonseca

Médico Dentista

Doutora Alexandra Vinagre

Médica Dentista

Apoios e Parcerias

amanngirbach